sábado, 21 de fevereiro de 2009

ATIVIDADES PERMANENTES...

ATIVIDADES PERMANENTES
São atividades de cuidado, aprendizagem e prazer das crianças, cujos conteúdos necessitam ser trabalhados constantemente. São aquelas atividades que podem acontecer sempre, todos os dias ou todas as semanas, dependendo das prioridades no planejamento do professor.
Através de uma análise dos RCNEIs foram relacionadas as seguintes atividades permanentes para a Educação Infantil:
- Brincadeiras no espaço interno e externo;
- Roda de histórias;
- Roda de conversa;
- Roda de leitores (empréstimos de livros);
- Atividades de desenho, pintura, modelagem, recorte e colagem (ateliês);
- Música (fazer e apreciação musical);
- Atividades variadas em ambientes organizados por temas ou materiais à escolha da criança, incluindo momentos em que elas possam ficar sozinhas se assim o desejarem (faz-de-conta);
- Cuidados com o corpo;
- Jogos de escrita (bingo de letras, letras móveis e outros);
- Cuidados com o meio ambiente dentro e fora da escola;
- Jogos (numéricos, de construção e de regras).

EDUCAÇÃO FÍSICA...

JOGOS E BRINCADEIRAS
CORRE CUTIA
Formação: No pátio, os alunos assentam-se formando uma roda. Do lado de fora da roda o professor escolhe um aluno, que fica segurando uma bola ou outro objeto qualquer.
Desenvolvimento: A um sinal do professor, o aluno que está do lado de fora começa a andar mais depressa, circulando em roda, para escolher um colega, em quem irá colocar a bola.
Enquanto isso, os alunos da roda começam a cantar:
CORRE CUTIA
DE NOITE E DE DIA
DEBAIXO DA CAMA
DE DONA MARIA.
EU TENHO UM CACHORRINHO
CHAMADO TOTÓ
ELE PULA, ELE BRINCA
NUMA PERNA SÓ.
Quando o aluno da roda perceber que a bola está detrás dele, pegará a bola e saíra correndo, tentando pegar o colega, antes que ele tome seu lugar.
Se o aluno conseguir pegá-lo, este irá para o centro da roda, enquanto as crianças cantam:
GALINHA CHOCA
COMEU MINHOCA
SAIU PULANDO
FEITO PIPOCA.
Se não for pego, o colega reinicia a brincadeira, escolhendo outro colega para colocar a bola.
Fonte: Ed. Física no cotidiano escolar Vol. 1

EDUCAÇÃO FÍSICA..

JOGOS E BRINCADEIRAS
OS CARRINHOS
Formação: O professor coloca os alunos na quadra, dividindo a turma em três fileiras. Dirá que eles irão imitar carrinhos.
Desenvolvimento: O professor mostrará aos alunos cartões de várias cores, e dirá que eles irão se movimentar de acordo com a cor do cartão que ele apresentar, devendo prestar bastante atenção.
Ex.: CARTÃO AMARELO - andar para frente;
CARTÃO VERDE - andar para trás;
CARTÃO VERMELHO - parar de andar;
CARTÃO AZUL - andar de lado.
O professor dará o sinal de início e´pedirá aos alunos que andem pela quadra, como se estivessem dirigindo um carrinho. Mostrará, de quando em quando, um cartão de cor diferente, para que os alunos andem de acordo com a cor do cartão. Os alunos que errarem, ou que trombarem no colega, deverão passar para o último lugar da fila.
Será vencedora a fileira que errar menos
Fonte: Ed. Física no cotidiano escolar Vol. 1
* ATENÇÃO: A procedência destes jogos e brincadeiras são da fonte que estão informadas logo abaixo da explicação, portanto não posso mudar o conteúdo, sendo uma cópia, ela tem que ser fiel ao original, podendo somente o educador adaptá-la à idade ou turma, fazendo assim as modificações necessárias.
Obrigada
Eliane

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

EDUCAÇÃO FÍSICA...

JOGOS E BRINCADEIRAS

VAMOS FORMAR GRUPOS?
Formação: O professor leva os alunos para o pátio e pede que deêm as mãos, com os braços bem esticados formando uma roda. Em seguida, soltam as mãos, ficando a uma certa distância uns dos outros.
Desenvolvimento: O professor, no centro da roda, explica aos alunos que cada vez que ele der um sinal e falar um número (de 0 a 9), todos devem procurar se agrupar de acordo com o número falado.
O professor dá um sinal e diz:
- Grupos de três!
Os alunos, então, se agrupam de três a três.
Depois o professor dirá:
- Grupos de cinco!
E os alunos se agrupam de cinco em cinco.
E assim continua a brincadeira, com os alunos seguindo as ordens do professor. O aluno que sobrar e não conseguir se agrupar ficará assentado.
Serão vencedores os alunos que conseguirem se agrupar, de acordo com a ordem do professor, até o final da brincadeira.
Fonte: Ed. Física no cotidiano escolar

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

EDUCAÇÃO FÍSICA...

JOGOS AO AR LIVRE

BRINCADEIRA DAS CORES
Formação: O professor leva os alunos ao pátio e os dispõe assentados, formando uma roda.
No centro da roda, colocará seis cartões de cores diferentes.
Desenvolvimento: O professor chamará um aluno ao centro e pedirá que observe bem as cores dos cartões, pois um deles irá desaparecer.
Depois de o aluno observá-los por alguns instantes, o professor colocará uma venda nos seus olhos, enquanto os colegas da roda cantam uma música que seja do conhecimento de todos.
O professor, então, retirará um dos cartões e o esconderá. Ao terminar a música, o professor retirará a venda dos olhos do aluno e lhe perguntará:
- Qual foi o cartão que desapareceu?
O aluno, então, deverá dizer a cor do cartão que desapareceu. Se ele não acertar, fará nova tentativa para descobrir.
Fonte: Ed. Física no cotidiano escolar

sábado, 14 de fevereiro de 2009

EDUCAÇÃO FÍSICA...

BRINCADEIRAS CANTADAS

Formação: Os alunos, com as mãos dadas, fazem uma grande roda. Vão girando no ritmo da música. Quando chegarem no "bota dez", todos ficaram de cócoras.
A GALINHA DO VIZINHO
A GALINHA DO VIZINHO
BOTA OVO AMARELINHO.
BOTA UM, BOTA DOIS,
BOTA TRÊS, BOTA QUATRO,
BOTA CINCO, BOTA SEIS,
BOTA SETE, BOTA OITO,
BOTA NOVE, BOTA DEZ!
Fonte: Ed. Física no cotidiano escolar

EDUCAÇÃO FÍSICA...

BRINCADEIRAS CANTADAS

CORRE CUTIA
Formação: Colocar os alunos assentados em círculos, voltados para dentro dele. Um aluno corre ao redor do círculo com um lenço na mão, cantando:
CORRE CUTIA
NA CASA DA TIA
CORRE CIPÓ
NA CASA DA VÓ
LENCINHO NA MÃO
CAIU NO CHÃO
MOÇA(O) BONITA(O)
DO MEU CORAÇÃO!
Ao chegar na palavra coração, ele coloca o lenço atrás de um dos colegas. Este pega o lenço, e tenta pegar o colega que está fugindo. Este, então, dá uma volta e entra no lugar que ficou vazio. Se é pego antes da hora, vai para dentro do círculo. O que ficar por último vance a brincadeira.
Fonte: Ed. Física no cotidiano escolar

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Criando e Recriando Com Amor

Criando e Recriando Com Amor

Oi querida Ana Lúcia...

Me senti muito feliz em ver que vc faz parte das minhas seguidoras e que o meu blog é um dos seus amados.... estou muito honrada pela sua presença. Que Deus te abençoe hoje e sempre. Adorei seu blog e tbém serei sua seguidora.

Bjs

Fica com Deus!!!

Eliane

EDUCAÇÃO FÍSICA

BRINCADEIRAS CANTADAS

Formação: Uma fila de meninas e meninos, de mãos dadas. O seu Lobo fica à frente. As meninas cantam, andando para frente e para trás:
SEU LOBO
"Vamos passear no bosque, enquanto seu Lobo não vem.} BIS

Perguntam:
- Está pronto seu Lobo?

O Lobo responde:
- Estou tomando banho.

As crianças:
- Vamos passear no bosque, etc.

O Lobo:
- Estou me enxugando.

As crianças:
- Vamos passear no bosque, etc.

O Lobo:
- Estou vestindo a cueca.

As crianças:
- Vamos passear no bosque, etc.

O Lobo:
- Estou vestindo a calça.

As crianças:
- Vamos passear no bosque, etc.

O Lobo:
- Estou vestindo a camisa.

As crianças:
- Vamos passear no bosque, etc.

O Lobo:
- Estou calçando as meias.

depois de cada passeio o Lobo vai falando:
- Estou calçando os sapatos.
- Estou colocando a gravata.
- Estou vestindo o paletó.
- Estou penteando o cabelo.
- Estou colocando o chapéu.
- Vou buscar a bengala".

- Aqui saem todos correndo e o Lobo atrás, até pegar um, que será o Lobo na vez seguinte.

Fonte: Ed. Física no cotidiano escolar

EDUCAÇÃO FÍSICA...

BRINCADEIRAS CANTADAS

Revivendo brincadeiras cantadas, visando despertar o entusiasmo e o amor pelas coisas de nossa terra. Valorizando as tradições.


EU ERA ASSIM
Quando eu era neném, neném, neném,
Eu era assim, eu era assim.
Quando eu era garoto(a), garoto(a), garoto(a)
Eu era assim, eu era assim.
Quando eu era mocinho(a), mocinho(a), mocinho(a)
Eu era assim, eu era assim.
Quando eu era casado(a), casado(a), casado(a)
Eu era assim, eu era assim.
Quando eu era velhinho(a), velhinho(a), velhinho(a)
Eu era assim, eu era assim.
Quando eu era caduco(a), caduco(a), caduco(a)
Eu era assim, eu era assim.
Formação: Livre, fazendo os movimentos sugeridos na música.
Fonte: Ed. Física no cotidiano escolar

SER PROFESSOR É...

É DESPERTAR A MAGIA DO SABER.
É ABRIR O CAMINHO DA ESPERANÇA.
É DESVENDAR O MISTÉRIO DA VIDA.
É CRIAR O REAL DESEJO DE SER.
É NÃO DAR CONTA DA AMPLITUDE DE UM TRABALHO QUE É MISSÃO SUBLIME.
É MOVER O MUNDO ATRAVÉS DE CADA SER, QUE UM DIA PASSOU PELA SUA MÃO.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

PAINEL DE BOAS VINDAS...











SELINHO E DESAFIO...

RECEBI ESTE MIMO DA AMIGA SILVANA, AGRADEÇO PELO CARINHO E AMIZADE, QUE DEUS TE ABENÇOE HOJE E SEMPRE> VISITEM O BLOG DELA E MUITO BONITO... http://sillovinho.blogspot.com/
Bjs

Segue as regras:
- Listar suas cinco obsessões, apegos e manias;
- Postar as regras;
- Indicar mais cinco pessoas.
Vamos ao desafio:
1- Sou perfeccionista, mas sempre acho que tenho que melhorar;
2- Tenho mania de comprar canetas; (principalmente no começo do ano)
3- Não sou obsessiva e nem tenho apego a nada, mas tenho manias;
4- Mania de dar muitaaaaaaaaaaaaaaaaaa risada;
5- E por último, mania de dar muitaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa risada.

Vou passar esse desafio as amigas:
1-Luzimara: http://www.prazerdeensinar2.blogspot.com/
2-Táta: http://www.artesdatata.blogspot.com/
3-Xuxurucas:http://xuxurucas.blogspot.com/
4-Jacirinha: http://jacirinha.blogspot.com/
5-Leca: http://artesleca.blogspot.com

Boa Semana à Todos!!!

Fiquem Com Deus!!!

ADAPTAÇÃO BEM FEITA...

A decisão de matricular o filho na Educação Infantil é movida por diversas razões. Alguns precisam apenas de um lugar para deixa-lo, enquanto outros entendem que esse é o ambiente mais apropriado para os pequenos. Os primeiros dias na escola não costumam ser fáceis. As mães choram discretamente, se sentindo culpadas pela separação, e a criançada abre o berreiro ao ver os adultos saírem pela porta. Evitar cenas assim é possível quando os profissionais escolares programam uma boa adaptação para todos.
É preciso proporcionar tranquilidade e fazer com que todos se sintam seguros acompanhando nosso trabalho.
A relação começa no dia em que os pais ou responsáveis entregam a criança pela primeira vez no portão da escola. Ciúme, desconfiança e culpa são os sentimentos que mais estão em jogo nesse momento. Afinal, historicamente a mãe é a responsável pela educação dos filhos. Mas os tempos mudam e hoje cabe à escola mostrar que por trás de portas e paredes coloridas existem profissionais competentes e um projeto bem planejado de aprendizagem para ser compartilhado entre todos.
Cabe à escola começar esse movimento de aproximação e parceria.
Postura é especialmente importante no ínicio do relacionamento, quando acontece o processo de adaptação da criança à rotina escolar. A instituição tem que estar preparada e sensibilizada para o fato de que, muitas vezes, a família, e não apenas a criança, precisa ser acolhida e amparada.
Muitos pais necessitam de um tempo para conhecer as pessoas que vão trabalhar com a criança, acompanhar rotinas e atividades das quais ela participará.
É preciso que a criança estabeleça um vínculo afetivo com a professora. Assim, sente-se mais estimulada a ir para a escola, a permanecer ali envolvida nas atividades com os colegas, sem sentir falta de uma pessoa da família por perto. Isso não acontece de uma hora para a outra. Ao notar que o filho conseguiu esse vínculo, a mãe também fica mais calma e segura.
Esse tempo de adaptação escolar não é o mesmo para todas as crianças e famílias, e isso precisa ser respeitado.
Falar sobre o Projeto da escola, mostrar o valor da rotina escolar, manter a comunicação com a família é uma forma de conseguir a confiança dos pais. Isso é fundamental para a parceria entre família e escola.
Observar o comportamento dos pais ou responsáveis e, claro, das próprias crianças é a única maneira de se saber se a adaptação está sendo bem sucedida. Por parte dos adultos, um bom sinal é quando há menos ansiedade na hora da despedida. Para não se perder, elabore uma ficha, destacando os comportamentos que você pretende observar. Faça as anotações. Com isso, será possível perceber se houve evolução. Os especialistas lembram que esse é um trabalho contínuo.
A adaptação é um período de aprendizagem. Família, escola e crianças descobrem sobre convívio, segurança, ritmos e exploração de novos ambientes, entre tantas outras coisas.

Referência: Revista Crescer - agosto/2007
Revista Nova Escola - outubro e novembro/2007

sábado, 7 de fevereiro de 2009

LEMBRANCINHAS CARNAVAL...

MÁSCARAS FEITAS EM PAPEL CARTÃO OU COLOR SET, COLA GLITER, LANTEJOULAS...





MÁSCARAS DE CARNAVAL FEITAS EM DOBRADURA COM PAPEL CRIATIVE OU FILIPINHO, BOLAS DE PAPEL LAMINADO, CABELO DE PAPEL CREPOM E PARA SEGURAR A MÁSCARA COLEI 2 PALITOS DE SORVETE ATRÁS.
A MÁSCARA DO PALHACINHO É MAIS VOLTADA PARA O MATERNAL, POIS AS CRIANÇAS MENORES NÃO GOSTAM DE MATERIAIS COMO O ELÁSTICO. ESPERO QUE POSSAM APROVEITAR AS IDEIAS.
BEIJÃOOOOO
ELIANE




quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

LEMBRANCINHAS DE BOAS-VINDAS...


GIRAFA, COLOCA-SE UM LÁPIS PARA O PESCOÇO



CACHORRO, COLOCA-SE UMA BEXIGA COMO ORELHA





ELEFANTE,COLOCA-SE UMA LÍNGUA DE SOGRA NO NARIZ

SEGUE ALGUMAS SUGESTÕES SIMPLES DE LEMBRANCINHAS PARA AS BOAS-VINDAS DOS ALUNOS, ESPERO QUE SEJA ÚTIL...
BJS
LI

LEMBRANCINHAS BOAS-VINDAS...

CENTOPÉIA, COLA-SE BALAS NAS SUAS MÃOS E PÉS...

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

MUDAR AS ESTRATÉGIAS...

HAVIA UM CEGO SENTADO NA CALÇADA, EM PARIS, COM UM BONÉ A SEUS PÉS E UM PEDAÇO DE MADEIRA QUE ESCRITO COM GIZ BRANCO, DIZIA: "POR FAVOR, AJUDE-ME, SOU CEGO".
UM PUBLICITÁRIO, DA ÁREA DE CRIAÇÃO, QUE PASSAVA EM FRENTE A ELE, PAROU E VIU UMAS POUCAS MOEDAS NO BONÉ. SEM PEDIR LICENÇA, PEGOU O PEDAÇO DE MADEIRA, VIROU-O, E COM UM GIZ, ESCREVEU OUTRO ANÚNCI. VOLTOU A COLOCAR O PEDAÇO DE MADEIRA AOS PÉS DO CEGO E FOI EMBORA. PELA TARDE, O PUBLICITÁRIO VOLTOU A PASSAR EM FRENTE AO CEGO QUE PEDIA ESMOLA. AGORA SEU BONÉ ESTAVA CHEIO DE MOEDAS. O CEGO RECOLNHECEU OS PASSOS E PERGUNTOU-LHE SE HAVIA SIDO ELE QUEM REESCREVEU SUA PLACA., SOBRETUDO QUERENDO SABER O QUE HAVIA ESCRITO ALI. O PUBLICITÁRIO RESPONDEU:
- NADA QUE NÃO ESTEJA DE ACORDO COM SEU ANÚNCIO, MAS COM OUTRAS PALAVRAS.
SORRIU E CONTINUOU O SEU CAMINHO. O CEGO NUNCA SOUBE, MAS SEU NOVO CARTAZ DIZIA:
"HOJE É PRIMAVERA EM PARIS, E EU NÃO POSSO VÊ-LA".
MUDAR A ESTRATÉGIA QUANDO NADA ACONTECE PODE TRAZER NOVAS PERSPECTIVAS. PRECISAMOS SEMPRE ESCOLHER A FORMA CERTA DE NOS COMUNICARMOS COM AS PESSOAS.
NÃO ADIANTA SIMPLESMENTE FALARMOS, ANTES PRECISAMOS CONHECER A MELHOR MENSAGEM PARA TOCARMOS, SENSIBILIZARMOS E CONVENCERMOS AS PESSOAS.
A vida por linhas certas
Legrand

NOVO COMEÇO....

PARA MINHAS AMIGAS E AMIGOS, COMPANHEIROS QUE SEMPRE PASSAM PARA FAZER UMA VISITA, QUERIA ME DESCULPAR PELA AUSÊNCIA, ESTAVA IMPOSSIBILITADA DE FAZER POSTAGENS, POIS ESTAVA SEM INTERNET, TIVE MUITOS PROBLEMAS COM O SPEED, FIQUEI GRÁVIDA O QUE FOI UMA GRANDE ALEGRIA AQUI EM CASA MAS PERDI O NENÊM COM UMA GESTAÇÃO DE 2 MESES, FIQUEI MUITO ARRASADA, MAS ESTOU ME RECUPERANDO E O ANO COMEÇA E TUDO COMEÇA NOVAMENTE, ESTOU COM INTERNET NOVAMENTE, MAS MUITO LENTA, PRETENDO VOLTAR A ATIVA E POSTAR MUITAS NOVIDADES, TEXTOS, LEMBRANCINHAS... E O QUE ME PEDIREM.
UM GRANDE BEIJO E QUE TENHAMOS UM ANO ABENÇOADO POR DEUS!!!
ELIANE